Top
comunidade

Tudo sobre construção de comunidades digitais

Você finalmente vai entender sobre construção de comunidades digitais.

Antes de mais nada, o que são comunidades? Começando pelo básico: comunidade é um grupo de pessoas que se identificam com os mesmos valores, o mesmo movimento, os mesmos assuntos, dores e ativam o “modo pertencimento” a todo vapor! Ou seja, fazem parte de algo e todas as pessoas discutem sobre as mesmas coisas. As comunidades só existiam no mundo presencial, mas agora também estão presentes no digital.

Comunidade de Marca

Primeiramente, vamos entender o que é comunidade de marca. Ou seja, quando a comunidade gira em torno de interesses compartilhados em uma empresa ou produto.

A comunidade de marca existe para estreitar laços entre a empresa e o cliente, para discussões entre os usuários, como fórum educacional, para conectar membros com outros membros e para tornar também seus clientes defensores da sua marca. Um grande exemplo de comunidade de marca é o Nike Run Club, app da Nike para unir corredores que estão em níveis semelhantes de desenvolvimento.

Comunidade da Nike
Telas dentro do app Nike Run Club. Fonte: Nike Run Club App – Apple Store

Seja como for, você também pode iniciar a construção de uma comunidade digital paralela ao seu negócio. Para isso, deixe claro a linha editorial, bandeiras, motivações, dores, inimigos em comum, rituais e aquela identificação que todos sentem pois vivem a mesma paixão ou dor. Você começa levantando a primeira bandeira que se transformará em um movimento, as pessoas espalham a mensagem e vão impactando outras pessoas. A comunidade é um local seguro para os membros que estão na mesma caminhada e começam a se comunicar, ajudar, erguer um ao outro, discutir ideias e fortalecer aquela bandeira. Independente de uma marca que vende produtos. Não é sobre você ou suas motivações, é sobre outras pessoas, outras histórias, outros sonhos mas que geram pertencimento. Você pode iniciar uma comunidade para ajudar pessoas e posteriormente fazer disso um negócio digital. Sempre fiel aos valores iniciais!

O futuro são as comunidades digitais

Definitivamente, comunidade digital é o futuro! Cada vez mais sentimos falta de pessoas reais, com vidas reais, humanas e responsáveis pela realidade que criam. A comunidade nada mais é do que pessoas juntas por uma razão, uma causa, uma paixão e uma dor. Essas pessoas unidas dão vida a uma comunidade e cada vez mais o sentimento de pertencimento é o que elas buscam.

Comunidades Digitais

Acima de tudo, comunidade gera conversa, relacionamento, debate de ideias, aproximação, pertencimento, segurança, orgulho de se sentir parte de algo, humanização e vida real. Um negócio que tem como base a comunidade, cria fãs fanáticos e loucos pela sua marca, sua causa e seu rolê. As pessoas defendem, fazem parte, divulgam e fazem com o que o seu negócio não seja só uma empresa, seja um movimento! Elas defendem, amam e tem orgulho de dizer que compartilham do que está acontecendo. Uma comunidade fortalece qualquer coisa que você faz, vende e propaga. Ela também potencializa suas ideias, faz da sua casa a delas e o principal: conecta com humanidade as paixões e dores.

Como construir minha comunidade digital?

Em suma, começar uma comunidade é começar um movimento. É ter visão a longo prazo. É estar preparada para nutrir, servir, ajudar e compartilhar. Você pode começar a sua comunidade respondendo as seguintes perguntas:

Comunidade paralela ao seu negócio⠀

  1. Eu quero mesmo criar uma comunidade, ajudar e servir pessoas sem retorno financeiro imediato em pról de liderar um movimento a longo prazo?
  2. Qual a transformação, causa, bandeira e motivação em construir essa comunidade?
  3. Qual o tipo de membro que irá se identificar com a minha comunidade (persona, personalidade, tipos de inimigos, dores e paixões em comum)?

Comunidade de marca

  1. Como eu posso substituir clientes, audiência e seguidores por comunidade?
  2. Qual o interesse, paixão ou dor em comum que conecta os seus clientes? Esse tema é forte o suficiente para virar uma comunidade?

Exemplo: Tenho uma cafeteria, criei uma comunidade para pessoas apaixonadas por experimentar cafés ao redor do mundo. Isso fortalece sua marca, cria engajamento entre os membros e faz com que sua empresa fique sempre presente na vida daquele cliente.

Para ambas as comunidades

  1. Qual será a plataforma principal da minha comunidade (grupo do Facebook, Telegram, perfil no Instagram, uma área de membros, um fórum)?
  2. Como sua comunidade é chamada? Por exemplo: na Moving Girls chamamos nossa comunidade de “migas”.

Comunidades = um mercado guiado pelos clientes

Logo, as pessoas e comunidades criadas nas internet tem um poder enorme sobre a sua marca. São verdadeiros fãs, defensores e colaboradores dela. Mais conhecida como a marca de mil donos que é gerenciada a partir dessa interação online das pessoas nas mídias. Ou seja, as marcas pela primeira vez não se colocam acima do seu público-alvo, mas vão ao seu encontro no plano de contato one-to-one e do engajamento personalizado criando comunidade sólidas e fãs fanáticos.

Feliz com a construção de comunidades digitais.

Atualmente, o segredo que as marcas ainda não descobriram é que hoje criamos comunidades, criamos desejos em comum nas pessoas e é isso que vai fazer nossa marca ser falada, compartilhada e desejada. Antes as marcas eram sinais de status sociais e ponto. Dessa forma, não havia nada em comum, mas, sim, quem era melhor com aquilo ou não. Hoje as marcas são verdadeiros conectores de pessoas. Elas se comunicam, se identificam e colaboram quando acham algo em comum. A era da colaboração chegou, o futuro é em comunidade! 

Existe uma diferença grande entre criar uma comunidade para a sua base de clientes (como a comunidade que a Nubank fez para os clientes conversarem) e criar uma comunidade que vire um movimento, como é o caso da Moving Girls. Eu recebo várias perguntas de empreendedoras desesperadas: “Meu Deus, eu preciso criar uma comunidade para a minha marca, como eu faço?” Analise: você precisa criar uma comunidade ou precisa resolver e deixar redondo o seu negócio? O que você mais precisa hoje?

Quando é o momento de iniciar a construção de comunidades digitais?

A criação de uma comunidade, pelo menos como aconteceu comigo, é algo natural, que vem de dentro e transborda. Sabe quando você já é uma empreendedora que resolveu suas questões, já tem o negócio andando, já consegue se equilibrar financeiramente e tem claro tudo na empresa? Você acumulou experiência, bagagem, vivência, defende bandeira, tem tanta coisa acumulada dentro de si que aprendeu fazendo e quebrando a cara que isso transborda de tal forma que precisa ser compartilhado, precisa virar ensinamento para outras pessoas, precisa virar conteúdo, precisa ser passado pra frente de uma forma que nenhum curso tradicional consegue, porque você tem experiência.

Quando você transborda, você está pronta para criar um movimento e transformar pessoas! Você defende muito algo e quer mostrar que elas podem também mudar suas vidas, você tem um movimento. Vai acontecer quase que imperceptível, você vai servir, produzir e trabalhar de graça nos primeiros momentos, mas a vontade de passar informação pra frente é tão grande que vai ser um movimento incrível, vai ganhar dinheiro no processo e quem sabe você renove a energia da empreendedora inquieta. Está tudo bem querer mudar o trajeto de anos fazendo a mesma coisa! Eu mudei! Quase 6 anos na agência me fez chegar aqui, à frente de uma comunidade de mulheres que constróem suas próprias histórias!

Por fim, se você quiser o manual prático de construção de comunidades digitais, é só clicar no botão abaixo para ter acesso ao manual da Moving Girls.

Fundadora e diretora criativa da Moving Girls.

Comments

  • Cássia
    5 de agosto de 2020

    finalmente entendi o que é comunidade. Obrigada

    • Moving Girls
      6 de agosto de 2020

      Ai, que bom! Comunidade é tudo, assunto principal aqui na Moving <3

  • Karen
    6 de agosto de 2020

    MARAVILHOSA É POUCO NÉ MEU

    • Fernanda Nogueira
      10 de agosto de 2020

      Somos todas, migaaa 😉

  • Silvia Loiola
    12 de agosto de 2020

    Só sei que quero mais!

    • Moving Girls
      13 de agosto de 2020

      Continua por aqui então, miga! <3

    • Moving Girls
      13 de agosto de 2020

      E você terá, miga! Fica de olho aqui 😉

    • VIVIANE DA SILVA MENDONCA
      25 de agosto de 2020

      Amei! Gratidão!

  • Michelle
    21 de outubro de 2020

    Amo um comunidade!

    • Moving Girls
      25 de outubro de 2020

      E nós amamos esse feedback, migaaa ❤️❤️

  • Camila Aguiar
    30 de outubro de 2020

    Nossa agora ficou bem mais claro, obrigada! Estou adorando o blog <3

    • Moving Girls
      30 de outubro de 2020

      Obaaa, e nós adoramos produzi-lo pra vocês, miga ❤️❤️

Post a Comment