Top

Trabalho remoto: como adotá-lo na sua empresa

O trabalho remoto tornou-se uma realidade para muitas pessoas e empresas no contexto da pandemia e apesar desse termo ser algo novo para muitos, o teletrabalho em si não é uma modalidade nova. Esse regime de trabalho é regulamentado no Brasil desde 2017, com o advento da reforma trabalhista (Lei Nº 13.467, de 13 de julho de 2017).

Se você considera essa modalidade interessante e quer conhecê-la um pouco melhor, vem comigo que vou te contar o que é trabalho remoto e como adotar na sua empresa.

O que é Trabalho Remoto?

Caracteriza-se como trabalho remoto, ou teletrabalho, aquele que pode ser realizado em casa, em um coworking, em um café ou restaurante, ou em qualquer outro lugar. Em outras palavras, sem que haja a obrigação de se dirigir a um local específico para trabalhar.

trabalho remoto

A adesão a essa modalidade de trabalho foi uma estratégia utilizada para que vários negócios continuassem funcionando em meio à pandemia do coronavírus, contudo, algumas empresas já vivenciavam o trabalho remoto total ou parcial. Seja como for, a questão é que esse modelo pode trazer inúmeras vantagens para as organizações.

Principais vantagens do trabalho remoto

  • Redução significativa das despesas da empresa, como água, energia e transporte, por exemplo;
  • Maior amplitude na contratação de talentos, podendo incluir pessoas que se localizem em regiões diferentes de onde a empresa está localizada;
  • Maior flexibilidade e comodidade para os colaboradores, o que pode implicar em uma maior produtividade.

Como adotar o trabalho remoto na sua empresa

1. Entenda exatamente o que a lei estabelece sobre essa modalidade

Antes de mais nada, busque conhecer o que propõe a legislação. A lei  Nº 13.467/17 traz muitas condições que precisam ser observadas pelas empresas, tais como: a obrigatoriedade da descrição das atividades no contrato de trabalho, o fornecimento da infraestrutura necessária para que o colaborador desenvolva as suas atividades e as instruções quanto às doenças e acidentes de trabalho.

2. Deixe claras todas as responsabilidades e expectativas

O teletrabalho promove ao colaborador uma rotina bem mais independente, dessa forma, cabe a empresa deixar claro exatamente o que espera. Quais as tarefas, as responsabilidades, os prazos e tudo mais que for necessário.

3. Crie diferentes métodos para facilitar a comunicação

Sem dúvidas, uma das partes mais importantes para gerir uma equipe remotamente é estabelecer diferentes métodos para a comunicação. Ligações, mensagens, grupos, e-mails, videochamadas… Vale tudo para manter a integração.

4. Busque constantemente o alinhamento

Independente do regime de trabalho, seja ele presencial ou remoto, o alinhamento é essencial. O sucesso organizacional depende disso! Quando todas as partes estão alinhadas com relação à missão, a cultura e aos objetivos da empresa, todos “falam a mesma lingua” e caminham juntos em direção aos resultados.

Em conclusão, se você acredita que seria vantajoso para a sua empresa aderir ao teletrabalho, saiba que é possível sim. Está aí a Moving Girls para você usar como exemplo.

É isso, miga! Espero muito ter te ajudado! Tchau, até logo!

Tchau

Uma administradora apaixonada por gestão e educação, que une essas duas coisas com o objetivo de desenvolver pessoas e, consequentemente, organizações, para que estas se tornem mais eficazes, humanas e competitivas.

Publique um comentário