Top
universidade senior

Portugal: Universidade senior promove inclusão de idosos

Portugal é um país bastante idoso. Por isso, existem muitas iniciativas que buscam combater a exclusão social das pessoas mais velhas. Uma dessas iniciativas é a universidade sênior.

A média é de que Portugal tenha 153 idosos para cada 100 jovens, sendo o terceiro país da União Europeia com o maior número de seniores. Isso é também potencializado pelo fato de que muitos jovens acabam deixando Portugal para se mudar para países como a Inglaterra ou Irlanda.

Aqui em Lisboa há uma espécie de intermediário entre bairro e cidade, chamado freguesia. A junta da freguesia é responsável por regular as freguesias, e ela funciona como uma subprefeitura. Essas juntas de freguesia são responsáveis por muitas iniciativas que têm como objetivo realizar a integração da comunidade, sobretudo dos idosos.

Nem todas as iniciativas, no entanto, vêm da junta da freguesia. Algumas são de particulares que buscam fazer com que os idosos se sintam parte integral da comunidade.

A participação cidadã dos idosos

Países como França, Espanha e Portugal têm população bastante idosa. Muitas vezes, esses idosos sofrem com a exclusão social, a solidão e a depressão. Existem muitas campanhas de combate ao abandono de parentes idosos.

Eu lembro, miga, por exemplo, quando fui para Barcelona e vi a quantidade de cartazes alertando para esse problema. Aqui em Lisboa não é muito diferente. O meu bairro, por exemplo, é um bairro relativamente idoso. Mas, devido a essas iniciativas criadas pela junta da freguesia, essas pessoas têm sido cada vez mais incluídas na comunidade.

Esses projetos vão da busca por uma vida mais ativa até fornecer educação e aumentar a visibilidade dessas pessoas na sociedade. Têm velhinhos do meu bairro que fazem natação, vão para as aulas, sobem e descem as ladeiras daqui e têm uma vida extremamente saudável.

A universidade sênior

O projeto da universidade sênior foi criado com a intenção de aumentar a qualidade de vida dos idosos. Por meio das aulas, é possível estimular o aprendizado, a criatividade e a comunicação.

São muitas as atividades culturais, sociais e educativas promovidas por essas universidades. Elas estão espalhadas por Portugal e são parte de uma rede chamada RUTIS. Essa não é uma iniciativa das juntas de freguesia, ainda que conte com a colaboração delas.

Criada enquanto instituição particular, é uma iniciativa de solidariedade social que dá apoio à comunidade e aos seniores. A estrutura dessa rede é a de uma universidade, contando com reitor e diretores. Essa rede surgiu oficialmente em novembro de 2005. Os cursos são destinados a adultos com idade igual ou superior a 50 anos e a iniciativa conta também com a ajuda de empreendedores portugueses.

Covid-19 e o funcionamento das universidades seniores

Com o advento da pandemia, as aulas foram interrompidas. No entanto, recentemente algumas universidades começaram a se adaptar, trazendo aulas on-line. Assim, tem-se também a inclusão digital de idosos. Essa adaptação contou também com o apoio de pequenas empresas portuguesas para possibilitar o acesso digital de alunos e professores.

A universidade sênior é uma excelente iniciativa que busca trazer a inclusão de idosos na sociedade por meio do conhecimento e interação. O que achou dessa iniciativa, miga?

Veja também: Como a sonoridade pode ajudar no seu negócio

Paulistana morando em Lisboa. Criadora de conteúdo que gosta de descomplicar coisas como a tecnologia, as redes sociais e a vida de empreendedora. Feminista, debochada e a personificação da síndrome de Peter Pan.

Deixe-nos um comentário, miga!