Top

Perfil de Investidora: você conhece o seu?

Eis que chegou a hora de dar um passo a mais no relacionamento com o seu dinheiro: é hora de investir. Mas você não está por dentro de nada sobre este mundo dos investimentos e você precisa entendê-lo melhor. Mas é tanta informação! Então, miga, agora é a hora de entender para que serve, como descobrir e como entender qual é o seu perfil de investidora. Sigam-se as ricas!

gif de mulher se abanando com notas de dinheiro

Existem alguns aspectos que você deve levar em consideração antes de investir. E como você se comporta diante de determinadas situações vai influenciar na forma como você reage diante de uma aplicação financeira. Existem muitas questões por trás da escolha dos seus investimentos e a principal delas é o autoconhecimento.

Toda investidora imagina e deseja que seus investimentos lhe tragam segurança financeira, rentabilidade e bons lucros. E para que isso aconteça é preciso que você conheça os seus objetivos e aonde quer chegar com os seus investimentos. Pois cada uma de nós trilha a sua própria história e tem a sua personalidade e a sua bagagem, e isso faz com que você também reaja diferente a certos aspectos relacionados ao seu dinheiro.

Para que serve o perfil de investidora?

O perfil de investidora funciona como um guia, ou um balizador, do seu caminho rumo aos seus objetivos financeiros. Ele leva em conta os seus objetivos, a sua tolerância e propensão ao risco, a sua situação financeira atual e o conhecimento que você tem do mercado financeiro.

A escolha dos seus investimentos vai se dar a partir da definição do seu perfil de investidora. Ou seja, se você decidir fazer os seus investimentos em uma instituição financeira séria e que seja regulamentada pelo governo (tenha cuidado, pois nem todas são), saiba que você vai receber um “convite” para responder um questionário. E ele é o que te ajudará a descobrir o seu perfil de investidora. Este questionário chama-se suitability, que é um questionário no qual você responde ao banco ou à corretora informações como sua idade, tempo previsto de aplicação do seu dinheiro, objetivo do investimento e a sua tolerância ao risco. Com isso em mãos, a instituição financeira pode lhe oferecer produtos mais adequados.

Porque o que ninguém merece é ficar sofrendo com investimento ruim ou inadequado ao seu perfil. Quem investe precisa ter noção clara dos riscos envolvidos e, principalmente, saber se tem cabeça, estômago e coração para ver o seu rico dinheirinho aumentando, ou diminuindo, sem que tome uma decisão que leve ao prejuízo.

Os 3 perfis de investimento e suas características:

Então, levando em consideração os objetivos, a tolerância ao risco, a situação financeira atual e o conhecimento do mercado financeiro, a Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) considera três perfis de investidor: o conservador, o perfil moderado e o arrojado ou agressivo. Veja as características de cada um deles:

Seu destino é o seu objetivo, e o resultado da análise do seu perfil de investidor vai ajudar a identificar qual estrada e meio de transporte são os mais adequados para chegar aonde você deseja.

Anbima

1. Perfil conservador

A investidora considerada de perfil conservador é aquela que prefere não correr riscos na valorização do dinheiro que decidiu aplicar em uma instituição financeira. Ela pode ter planos definidos para o uso de seus recursos, como comprar sua casa própria, por exemplo, ou apenas escolher um tipo de investimento por ele apresentar remuneração sem correr grandes riscos e sem regras complexas de serem entendidas e acompanhadas.

Segundo a Anbima, “é como escolher uma estrada tranquila, mesmo que ela seja mais longa”, ou o verdadeiro “devagar e sempre”.

2. Perfil moderado

A investidora de perfil moderado é aquela que aplica uma parte dos seus recursos em investimentos com menor liquidez, entendendo que os retornos financeiros nessas modalidades vêm com o tempo, no médio e longo prazo. E, assim, apresentam um grau de risco médio por sofrer variações. Como parte de sua estratégia, também aplica outra parte em investimentos conservadores, o que garante liquidez para um resgate rápido se for preciso.

Segundo a Anbima, “uma viagem moderada é aquela que alterna os caminhos e transportes, ora mais rápidos, ora mais tranquilos.”

3. Perfil arrojado ou agressivo

O perfil agressivo ou arrojado é o daquela investidora que aceita com mais tranquilidade a variação nos rendimentos. E isso acontece porque ela acredita que lá na frente, no longo prazo, todas as movimentações trarão resultados positivos. Ela entende que as variações (positivas ou negativas) fazem parte daquele tipo de investimento. E ela faz disso uma estratégia para trazer segurança à sua situação financeira, além de diversificar as aplicações equilibrando junto com as moderadas e as conservadoras. Assim, com aplicações diversificadas, ela pode investir de modo que não precisará daquele dinheiro aplicado imediatamente e pode aguardar o melhor momento para resgate. Pois, se precisar, terá outra aplicação com maior liquidez para resgatar.

Segundo a ANBIMA, é “uma viagem em alta velocidade, mas que, em alguns trechos, pode ter obstáculos que fazem retornar em um ponto anterior para, então, recomeçar. No entanto, a pessoa tem tempo para uma viagem nesses moldes, assim como sabe que deve procurar um especialista para ter orientações precisas quanto à estratégia a ser adotada.”

Qual é o seu perfil de investidora?

Você pode descobrir o seu perfil de investidora dentro do ambiente de investimentos do banco ou da corretora onde você já faz suas transações (sem compromisso). Ou ainda pode ver uma reflexão sobre o seu perfil. Uma dica: refaça o questionário uma vez por ano!

Investir deve ser um ato estudado e tornar-se um hábito. E deve ser previsto dentro seu orçamento pessoal. Além disso, é importante para a segurança do seu dinheiro e para o seu crescimento financeiro. Mas lembre-se: investir é uma parte daquilo que eu chamo de Fluxo da Riqueza e da Prosperidade, e que conhecer o perfil de investidora é apenas uma das informações que você precisa ter antes de investir!

Agora me você já sabe o seu, me conta aqui nos comentários qual é o seu perfil de investidora! E bora investir?

Um grande beijo, até a próxima e que, no vermelho, fique só a cor do batom!

Janile Soares é economista (Corecon-RS 8336), mentora, educadora financeira e autora do blog A Economista de Batom que trata de finanças, empreendedorismo e empoderamento, para que no vermelho fique só a cor do seu batom.

Deixe-nos um comentário, miga!