Top
O-que-esta-te-impedindo-de-criar

O que está te impedindo de criar?

Não é sempre que estamos dispostas a sentar o bumbum na cadeira e criar, não é mesmo? Mas isso não acontece do nada ou sem motivo, é preciso entender os fatores que podem estar causando isso, miga!

Menina com cara de surpresa ao saber que bloqueio criativo tem motivo

O bloqueio criativo pode acontecer por centenas de fatores, e nesse artigo vamos abordar alguns dos motivos (com base em experiências pessoais) que podem estar te impedindo de usar a deusa criativa que habita em você. Vamos lá?

4 Fatores que te impedem de criar

Desde já, quero deixar claro que é comum que a gente tenha uma ideia e na hora de colocá-la em prática, as dificuldades começam a aparecer. Com ela, vem a sensação de frustração, impotência e cobrança, muita cobrança mesmo! Já conversamos aqui, em como se manter criativa em tempos difíceis, agora vamos abordar mais a fundo o que pode prejudicar o seu momento de criar.

1. Comparação

Eu diria que esse é um dos grandes males do século; ainda mais com a internet e a vida perfeita postada nas redes sociais, ficou cada vez mais fácil se comparar. Pensamentos como “queria ser tão boa quanto ela”; “mesmo que eu faça não vai chegar aos pés do que fulana fez” são bastante comuns.

Oprah chorando

Contudo, a grande questão que colocamos a nós mesmas é: por que continuamos nos torturando assim? O palco do outro nunca será o mesmo que o nosso, pois cada uma de nós é um ser único com suas próprias experiências, e dificilmente estaremos no mesmo nível da pessoa que tanto admiramos (às vezes até mais do que nós mesmas).

Por outro lado, não é errado ter pessoas como referência ou inspiração; errado mesmo é tê-las como pessoas que podem te deixar para baixo, mal ou impotente. Elas devem servir como motivação para você continuar estudando, tentando, errando e aprendendo cada vez mais. Quando estiver num momento de criação, absorva o que você já aprendeu com elas, mas não compare seu trabalho com os delas, ok?

2. Perfeccionismo

As virginianes de plantão já estão pulando esse tópico, sim ou com certeza? Miga, ser perfeccionista não é de todo ruim, até certo ponto. A partir do momento em que ele mais de prejudica do que de ajuda, principalmente na hora de criar, é hora de rever seus conceitos.

É comum que a gente relacione pessoas perfeccionistas a profissionais proativas, observadoras, dedicadas e que deixam seus projetos lindos sem ter o que criticar. Miga, se você está pensando “nossa, queria ser perfeccionista”, vou te dizer que essas pessoas não são tão felizes quanto parecem. Em outras palavras, quando isso começa a te deixar constantemente insatisfeita ou fazendo você duvidar do seu trabalho, já estamos falando de um distúrbio neurótico (Alô, Psi Andressa, corre aqui!).

Seja como for, se você leu tudo isso e se identificou, a solução é uma só: TE-RA-PIA. Alguns dos fatores que vamos falar aqui, precisarão de ajuda profissional e esse é um deles. Não tenha medo ou vergonha de pedir ajuda, com o tempo você vai perceber que a terapia é sua melhor amiga.

3. Autocrítica

A autocrítica é também conhecida como ter facilidade em enxergar os próprios erros, ou seja, através dela é possível analisar suas qualidades e defeitos. Mas, também pode se tornar um dos fatores a afetarem a sua criação.

Se você tem dificuldades em enxergar as suas qualidades, e quando se descreve só lembra dos seus defeitos, é provável que independente do que faça, vai acreditar que não fez algo bom, útil ou de qualidade.

Mulher se autodepreciando ao cuspir no espelho

A crítica depreciativa nos afeta negativamente, pois interfere na nossa autoestima e confiança. Nesses momentos é importante reconhecer as suas qualidades e conquistas (mesmo que pequenas). Tenha sempre em mãos um caderno onde possa anotá-las e lembre-se de ler sempre que estiver passando por isso.

Vale lembrar que esse fator também pode ser trabalhado junto com um profissional, na terapia.

4. Ciclo menstrual

Miga, você sabia que a sua criatividade também está ligada ao seu ciclo menstrual? Ou seja, existem variações da sua criatividade durante o seu ciclo, dessa forma, é possível que em alguns dias do mês você se sinta mais criativa e produtiva, enquanto que outros não.

É comum que com a menstruação, nosso corpo e mente sofram alterações, inclusive recomendo o artigo da nossa nutri Talita, TPM nua e crua, e sua influência sobre a produtividade, que aborda sobre essas oscilações. Segundo o artigo Mulheres Criativas — Como tirar proveito do seu ciclo menstrual?; Camila Weirich apresenta a divisão do nosso ciclo em 4 fases:

Imagem com as 4 fases do ciclo menstrual, a fase folicular é quando estamos mais propicias a criar
As 4 fases do ciclo menstrual. Fonte: Laís Lumes

Logo, podemos ver que é na segunda semana, na fase Folicular que estamos mais propicias a criar. Assim, é necessário aproveitar ao máximo possível esses dias de criatividade e solução de problemas.

Por fim miga, quero lembrar você que só nós podemos ver e avaliar o que afeta a nossa criatividade. O autoconhecimento permite que a gente entenda nossa alma, corpo e mente, e através disso possamos evitar frustrações durante nossos momentos criativos.

Publicitária movida a café e memes, apaixonada pelo mercado criativo e digital. Acredito em marcas profundas, com sentido e que conectam, a partir da minha jornada empreendedora, ajudo outras pessoas a alcançarem isso com seus respectivos negócios.

Publique um comentário