Top
o que é empreender

O que é empreendedorismo?

Você sabia que até o século XX ninguém tinha muito conhecimento sobre o empreendedorismo?

Antes de mais nada, para dar o pontapé inicial aqui no blog, você vai entender o que é empreendedorismo de uma maneira bem simples.

A princípio, quem definiu o termo foi o economista austríaco, Joseph Schumpeter. Segundo ele, empreender é sinônimo de inovar, de combinar habilidades e recursos diferentes para ajudar a impulsionar positivamente a sociedade e a economia. Por isso, o empreendedorismo é fundamental para toda e qualquer comunidade e esse modelo de negócio vem sendo cada vez mais reconhecido.

No Brasil, o empreendedorismo começou na década de 80 e ainda está só engatinhando. Já existem vários incentivos para a cultura empreendedora, um exemplo são as universidades que, cada vez mais, estão disseminando o empreendedorismo dentro das graduações.

O empreendedorismo feminino

Mulheres trabalhando a frente de um computador
Mulheres trabalhando a frente de um computador. Fonte: Unsplash

No mundo todo, muitas mulheres já estão se aventurando nos seus próprios negócios e em todas as áreas que você possa imaginar! E não precisa procurar muito para encontrar empreendedoras que superaram barreiras e que são bem-sucedidas. Aposto que você é uma delas ou que conhece alguma.

Não é de hoje que as mulheres atuam (e muito bem) como empreendedoras, porém só recentemente o empreendedorismo feminino ganhou mais atenção. De acordo com o SEBRAE, existem cerca de 24 milhões de mulheres empreendedoras no Brasil. Cada uma delas empreende por motivos diferentes, algumas não conseguem se encaixar no mercado de trabalho, outras foram demitidas depois de serem mães e outras estão em busca de realizar um sonho.

O que é ser uma empreendedora

Seja qual for a motivação, o maior incentivo para o empreendedorismo feminino é um sonho intenso, mais importante do que qualquer quantia de dinheiro. Empreendedoras desejam deixar sua marca no mundo.

Em entrevista com três empreendedoras, elas relataram as principais razões para terem começado seus negócios:

  1. Ser chefe de si mesma;
  2. Flexibilidade de tempo;
  3. Liberdade financeira.

O que nos leva às características em comum entre empreendedoras.

6 características de uma empreendedora

As mulheres que empreendem têm uma forma de pensar e de viver diferente. Elas são mulheres distintas entre si mas que têm características em comum:

  1. Sabem que o sucesso do negócio só depende delas, por isso levam o trabalho muito a sério.
  2. Se mantêm atualizadas com o melhor que a tecnologia tem a oferecer e utilizam essas ferramentas para impulsionar seus empreendimentos.
  3. Antes de ajudar o outro, você tem que se melhorar, por isso empreendedoras de sucesso investem em si mesmas.
  4. Elas já fracassaram, aprenderam com as falhas e continuam focadas em fazer o negócio dar certo.
  5. Conhecem muito bem seus pontos fortes e aquilo que as torna autênticas. Elas investem na sua marca pessoal e sabem vender o seu peixe.
  6. Elas fazem parte de grupos de empreendedoras para conhecer quem levanta bandeiras parecidas, que tem paixões e desejos em comum. Participar de uma rede faz com que você chegue mais longe.

Se você tem algumas dessas características, está no caminho certo, mas isso não é tudo! Para quebrar crenças limitantes sobre o empreendedorismo, abaixo deixei uma lista com dicas para você que já é empreendedora ou que quer empreender.

3 dicas para você empreender bem

Empreender bem

Em síntese, o empreendedorismo é uma caixinha de surpresas, a sensação é de que as coisas vão se ajeitando ao longo do caminho. Mas quanto mais decisões inteligentes você tomar já no início, mais chances a sua empresa tem de realmente dar certo. Se você já empreende ou tem uma ideia empreendedora, siga estas três dicas:

1. Tranque suas desculpas numa caixinha e jogue a chave fora

Até as pessoas mais seguras têm medo de empreender e de fracassar. É algo natural no ser humano e vamos ser sinceras, ser a sua própria chefe e carregar todas as responsabilidades de um negócio é assustador. Na maioria dos casos, a falta de informação é o que paralisa e faz com que você encontre as mais variadas desculpas para não começar a viver seu sonho empreendedor.

Mas esses falsos motivos não fazem nada além de atrasar a sua vida. Se você realmente quer ter um negócio de sucesso (e eu sei que você quer), você precisa reconhecer seus medos e encontrar soluções para essas desculpas.

2. Absorva tudo o que for te ajudar

Busque informações que vão agregar aos seus objetivos. Escute a palavra de especialistas, amigos, familiares, também medite e anote seus insights. Enquanto você vai aprendendo, comece a elaborar a ideia do seu empreendimento e desenvolva o seu plano.

Converse com as pessoas sobre o seu negócio e perceba as reações que elas têm. Elas realmente gostam da sua ideia? Peça para que elas sejam verdadeiras com você, isso vai ajudar você a medir a temperatura do mercado através de um feedback real.

Seja esperta, use e abuse das experiências de outras profissionais, com certeza elas diminuirão sua curva de erro e economizam seu tempo e seu dinheiro no processo.

3. Construa seu negócio enquanto trabalha

Se você ainda não consegue se sustentar com seu negócio, não saia do seu emprego atual! Vá construindo seu business gradualmente, devagar e sempre. Estudos mostram que um empreendimento pode levar até cinco anos para começar a obter uma renda estável. Por isso, mantenha seu emprego enquanto constrói a sua dominação mundial.

Acima de tudo, um negócio de sucesso precisa de tempo, habilidades e recursos. É importante que você continue sempre procurando se aperfeiçoar e melhorar seus talentos. É na busca contínua que você vai encontrar o seu propósito, ao contrário do que muita gente pensa, você não nasce sabendo qual é o seu: a busca é o caminho!

Por fim, quero que você saiba que você pode contar comigo para te ajudar a empreender com sucesso, com o mínimo de falhas, poupando tempo e dinheiro.

Nos vemos no próximo post! Um beijo!

Eu escrevo sobre como ter um negócio f*da e uma vida leve.

Comments

  • Rose Souza
    19 de agosto de 2020

    Grata por suas contribuições, sou sua seguidora e amo participar desse movimento de valorização da capacidade feminina.
    O meu desejo é além de capacitar as mulheres para o mercado é também despertá-las para sua autovalorização, sua importância na na edificação de famílias fortes e protetoras de valores morais e éticos.
    Através do autoconhecimento, com a certeza de quem são e para que estão neste mundo.
    Parabéns pelo seu trabalho!

    E eu apenas engatinhando com um grupo de mulheres no Facebook, mas com uma expectativa altíssima.
    @mulheressudeocoathing.

    • Moving Girls
      19 de agosto de 2020

      Isso mesmo, miga! E não desista desse grupo. A gente começa engatinhando pra depois decolar 🚀

Post a Comment