Top

Irlanda: como criar uma comunidade com tantas pedras no caminho?

Criar uma comunidade com uma simples pedrinha e ser capaz de despertar os sentimentos mais genuínos nas pessoas com um movimento de esperança e apoio, você já imaginou?

Durante o lockdown, em alguns subúrbios na Irlanda, centenas de pedras começaram a aparecer pintadas com mensagens encorajadoras. Dessa forma, começou um movimento incrivelmente simples (e lindo), que você pode adaptar para o seu negócio para começar a despertar a sua comunidade! Então, se você precisa de uma ideia para começá-la, miga, continue lendo esse post para entender tudo e se inspirar!

Pedras coloridas pintadas com mensagens de incentivo conseguiram criar uma comunidade.
Pedras pintadas com mensagens de otimismo impulsionam sentimento de comunidade na Irlanda – Fonte vídeo RTE News

O que é comunidade?

“Um agrupamento pequeno de pessoas que têm algo em comum e vão co-criando e colaborando para aquilo se manter vivo.”

Essa é a definição de comunidade no Manual de Construção de Comunidades Digitais, da Moving Girls (já leu, miga? É f*dástico e tem um post sobre ele aqui).

“Você começa levantando a primeira bandeira que se transformará em um movimento, as pessoas espalham a mensagem e vão impactando outras pessoas.”

Camila Vidal, CEO Moving Girls

Ainda assim, tem muita gente se perdendo nesse processo de criar uma comunidade, viu? Sabe por quê? Porque ficam tão preocupadas em adotar esse novo comportamento nos seus negócios (que na verdade não tem nada de novo) que desumanizam algo que nasce com a gente!

Antes de mais nada, eu quero te lembrar que todos os negócios são feitos por pessoas. Então, sim, despertar a sensação de comunidade também se aplica a sua área, seja ela qual for! Por isso, eu vou te contar agora sobre como um movimento surgiu e se propagou no início do lockdown aqui na Irlanda. Assim, espero acender uma luzinha nas suas ideias afim de mostrar que comunidade é sim, algo surreal, mas que surge nos gestos mais simples e vai tomando forma!

Pedras que criaram uma comunidade

No início do Lockdown, que foi bem restrito aqui na Irlanda, Ann Vaughan sempre ia à praia perto da sua casa e começou a pintar algumas pedras. Além das cores e desenhos, ela sentiu vontade de dizer coisas que queria que outras pessoas soubessem, por isso escrevia mensagens como: “Não se preocupe. Vai ficar tudo bem. Não fique ansioso.”

E foi quando tudo começou. “Pensei apenas em pintar algumas pedras, colocá-las no chão e ver o que aconteceria… E tudo começou a partir daí. As pessoas começaram a adicionar coisas. Apenas cresceu organicamente.”

Ann Vaughan

Ao mesmo tempo, Ann colocou um aviso para as pessoas também pintarem a sua mensagem. E muitas pessoas sentiram vontade de contribuir para amenizar as mesmas dores que elas sentiam. Por isso, essa vontade de co-criar foi algo muito além de agradar aos olhos, explodindo em um grande senso de comunidade. Assim, o resultado foi algo único, colorido, acolhedor e talvez justamente por ser tão singelo, tenha sido tão maravilhoso. Afinal, em uma época em que o mundo praticamente parou, o que as pessoas mais precisavam lembrar era que apesar de distantes, não estavam sozinhas.

Cada pedrinha, foi uma peça essencial para crescer um movimento, em que as incertezas e o medo foram transformados em uma onda de mensagens de esperança e humanidade. Segundo Ann, as pessoas precisavam dessa esperança e ela deu um empurrãozinho para encorajá-las. E ficou realizada quando percebeu que elas também se sentiam felizes em deixar sua pequena marca naquele movimento. “A interação não tem nada a ver comigo. Se algo decola, há vida nisso”, disse ela.

Como começar a criar sua comunidade

A essa altura, se você ainda não tinha entendido, tenho certeza que agora está claro: comunidade não é sobre quem faz. É sobre os outros. Sobre, de fato, criar algo para o mundo para movimentar pessoas, sonhos, vidas e, com isso, contribuir ainda mais para algo maior. E independente de estar no ambiente presencial ou digital, as pedrinhas são sobre dores, necessidades e experiências em comum de pessoas com as mesmas vontades e interesses.

Um passo a passo dessa criação

  1. O primeiro passo é ter clareza de algo que você gostaria muito que as outras pessoas soubessem. Uma dica para isso, é olhar para dentro de você e lembrar do que pensou quando idealizou a sua empresa.
  2. Logo depois, pense em um espaço onde você possa tanto oferecer quanto promover a conexão entre as pessoas que precisam saber sobre isso. Assim, uma excelente maneira de se sentir mais segura para esse início é convidar primeiro os seus clientes mais engajados para esse espaço (seja no close friends, grupo no whats, telegram ou facebook) e deixar claro o objetivo da criação e manutenção desse espaço. Nesse sentido, explique o objetivo dessa comunidade, passe os cuidados que você espera que todos sigam para criar um ambiente de respeito e de colaboração.
  3. Ao mesmo tempo, deixe claro que a intenção é dar suporte e ouvir as ideias deles. E explique também as vantagens que um membro pode ter ao fazer parte da sua comunidade. É isso que vai motivar essa galera a fazer parte desse espaço.
  4. Em seguida, você começa promovendo diálogos no formato em que preferir, para identificar as necessidades dessa galera e propor soluções eficientes para todos os envolvidos.
  5. Por fim, tudo que esse diálogo precisa para ser incrível é ter uma mensagem com a intenção verdadeira de contribuir para mover pessoas!

E aí, miga? Pronta para colocar a primeira singela pedrinha na sua comunidade?

Administradora, apaixonada e especialista em comunicação empresarial. Convicta da força do empreendedorismo na qualidade de vida e autoestima das mulheres. Clareio a jornada de empreendedoras para levarem seu trabalho e alma para o digital, com estratégia e autoconfiança. Aliás, já pode comunicar o mundo que ele é seu, miga!

Comments

  • Ivan Colli
    2 de setembro de 2020

    Excelente texto!!!! 👏👏👏

    • Moving Girls
      4 de setembro de 2020

      Em breve, mais novidades sobre a Irlanda 🙂

  • Sônia Godoy
    2 de setembro de 2020

    Ótima reflexã, emocionant!!!

    • Moving Girls
      4 de setembro de 2020

      Ela arrasou, né, miga? ❤️

  • Carol Candido
    3 de setembro de 2020

    Socorro, que maravilhoso esse texto!

  • Milena
    4 de setembro de 2020

    Obrigadaaa Rainhaaa da tecnologia!!

  • Débora
    4 de setembro de 2020

    que coisa mais maravilhosa e abre-olhos-miga-ta mais do que na hora. Você arrasa ♡

    • Moving Girls
      7 de setembro de 2020

      Um delicinha que aquece o nosso coração só de ler, né, miga? ❤️

Deixe-nos um comentário, miga!