Top

Guia sobre Ansiedade: o que é e como lidar

Parece que a cada dia que passa a gente se sente ainda mais ansiosa, né, miga? Então, vem comigo entender melhor como a ansiedade funciona e como lidar com ela.

ansiedade

Primeiro, a gente precisa entender a diferença entre Ansiedade e Transtornos de Ansiedade (não, não é a mesma coisa).

A ansiedade é uma emoção normal que todo mundo sente e ela é importante e útil pra nossa sobrevivência. Por outro lado, quando a gente fala em Transtornos de Ansiedade é quando essa emoção aparece desregulada, prejudicando seu dia a dia.

Ansiedade: reação de luta ou fuga

A emoção ansiedade é importante pra sobrevivência do ser humano porque ela funciona como um sinal de alerta que acende e prepara nosso corpo pra enfrentar um perigo, seja ele real ou imaginário, no presente ou no futuro. Inclusive ela funciona da mesma forma há milhares de anos, desde que o ser humano caçava pra sobreviver. Aqueles segundos em que ele paralisava diante de um animal é quase a mesma ansiedade que a gente sente até hoje, mas em situações diferentes.

Quando o cérebro identifica uma possível ameaça ele começa a preparar o corpo pra lutar com isso ou fugir disso, por isso fica mais difícil dormir, por exemplo; ele faz de tudo pra te manter alerta.

A ansiedade serve para avisar você de um perigo futuro, para que você se prepare para esse perigo. Percebe como ela é importante e pode ser bem útil? O problema é quando esse alarme fica desregulado e dispara com muita frequência.

“É só coisa da minha cabeça?”

Não. Na verdade a ansiedade é mais física do que você imagina, afinal, ela aparece também no seu corpo. Coração acelerado, respiração ofegante, agitação… esses são alguns sinais físicos comuns, portanto, acalmar o corpo é uma ótima estratégia.

Lembre que a ansiedade é apenas uma emoção, emoções passam por você o tempo todo.

“Será que eu preciso buscar ajuda?”

Como já falamos, a ansiedade é uma reação normal, mas quando ela aparece com muita frequência e/ou muito intensa, que prejudica o seu dia a dia e limita sua vida, é hora de buscar ajuda profissional. O ideal é unir o atendimento médico, para avaliar a necessidade de medicação e a terapia, para aprender novas estratégias para lidar com ela. Mas como a ansiedade é uma emoção normal, ela não tem cura, afinal, é importante ela existir e continuar presente, mas em níveis mais saudáveis.

mulher pedindo ajuda com ansiedade
Para de enrolar e busca ajuda, miga

Os principais transtornos de ansiedade são:

  • Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG)
  • Transtorno de Ansiedade Social
  • Fobias
  • Transtorno/Síndrome do Pânico

Como lidar

Miga, preciso reforçar que o ideal mesmo é buscar ajuda profissional, tá? Afinal cada uma funciona de um jeito e você pode entender melhor o que te deixa ansiosa. Mas ainda assim tem algumas dicas que podem ajudar de forma geral:

Autoconhecimento

Eu sei que parece só papo de psicóloga, mas é real. Você precisa entender como a sua ansiedade funciona, como ela aparece em você e quais são os seus principais gatilhos de crises, assim você consegue se preparar melhor quando precisar enfrentá-los. A resposta não é sempre fugir de tudo que pode causar ansiedade, pelo contrário, isso deixa a vida bem pequena e vazia, mas é importante ter clareza de quais motivos te levam a enfrentar essas situações.

Rotina

Como a ansiedade está relacionada a situações que identificamos como um risco de alguma forma, quanto mais inseguro for seu dia a dia, maior a chance de ela aparecer. Sendo assim ter uma rotina estruturada e um planejamento do dia ajuda a trazer segurança e diminui a sensação de perigo constante.

Atividade Física

Vários estudos apontam que a prática de atividade física melhora o bem-estar e pode ajudar a controlar os níveis de ansiedade. A atividade física aumenta a liberação de neurotransmissores ligados ao humor, como a endorfina e também ajuda se acostumar com a sensação de respiração ofegante, por exemplo, que ela pode ocorrer não só durante as crises de ansiedade.

Respiração

Assim, a gente entra no papo da respiração: quando você controla o ritmo da respiração, o cérebro começa a entender que você não está lutando, nem fugindo e as respostas ansiosas começam a diminuir. Ela pode ser a âncora pra te trazer para o presente.

Você topa tentar um exercício agora mesmo? Respire acompanhando o círculo. Inspire e expire.

círculo respiração diafragmatica para ansiedade

Meditação Mindfulness

A ansiedade tende a te desconectar do presente, por isso as práticas de atenção plena podem ser ótimas aliadas nesse processo de estar mais atenta ao presente e menos imersa no mundo dos pensamentos. Além disso, a meditação ajuda também a perceber o que você está sentindo e treinar a regulação emocional, aceitando suas distrações com mais gentileza. Esse guia sobre Mindfulness vai te ajudar a entender melhor como funciona essa prática.

Miga, lembre que a ansiedade pode ser saudável e que você pode fazer as pazes com ela, mas não precisa fazer isso sozinha.

Se cuida. <3

Uma psi descomplicando a saúde mental & falando sobre autocuidado, autoconhecimento e todos os outros auto's que só você pode fazer por você. Empreendendo 100% digital com terapia online e mentoria para outras psis. Sou psicóloga clínica (CRP 12/15901), especialista em Terapia Cognitivo Comportamental.

Deixe-nos um comentário, miga!