Top

Como ser mais criativa?

Se você já se pegou diversas vezes pensando “Meu Deus!? Como posso ser mais criativa?”, esse post é para você, miga!

Primeiro, miga, eu quero que você quebre qualquer objeção sobre criatividade para poder ler e absorver esse post. Preconceitos do tipo “não nasci criativa” ou “criatividade é só para gente da comunicação”, pare! Agora mesmo! Criatividade é uma habilidade treinável e é para todo mundo. Partiu descobrir mais sobre essa coisa?

Tá, mas o que é criatividade?

Existem muitas definições para essa palavra e se você for buscar por aí, vai perceber que ao lado dela sempre terá outras como “inovação, desenvolvimento, inteligência”… enfim, palavras subjetivas que formam um universo do que é apresentado a partir da solução. Sim, é dessa forma que eu, Amanda, enxergo a criatividade, como uma solução (e eu posso provar, continue lendo o post).

Então, meu foco nesse post não é apresentar somente definições, mas demonstrar do ponto de vista prático como fazer isso. Portanto, vamos ao ouro do post!

Como ser mais criativa?

Conforme dito no começo, a criatividade é uma habilidade, uma capacidade que todos temos e podemos treinar. Assim, algumas pessoas vão conseguir aflorar ou perceber isso de maneira mais intensa e outras não, mas estamos todas numa jornada e tá tudo bem.

Então, ser criativa está ligada a autoconhecimento: você se conhecer bem e com isso trabalhar os pontos favoráveis ou não da sua personalidade. Ok, percebeu que você gosta mesmo é de escrever e não de fazer cálculo ou que você é péssima na cozinha, mas tem vontade de fazer pratos legais?

Beleza, é nisso que a criatividade entra também. Não quero te falar como ser mais criativa só no seu trabalho, mas em todas as áreas da sua vida, de forma ampla, em que você terá autonomia para aplicar em todos os momentos. Então, seguindo, com autoconhecimento, você vai entrar no momento de treinar sua criatividade.

Com isso, recomendo que você passe a enxergar o mundo de um jeito mais sensível: quais são as coisas, cores, cheiros, texturas, enfim, o que você notou de diferente hoje? Tente fazer esse exercício todos os dias e se manter atenta.

pega a visão, miga!

Não precisa ser algo grande, você pode até mesmo fazer algo como: ir comprar pão e voltar por outra rua diferente do seu caminho atual.

“Criatividade é a inteligência se divertindo.” Albert Einstein

Feito isso, eu quero muito que com o passar dos dias, você realmente execute algo que você faz todo santo dia de um jeito diferente. Sabe aquela omelete com peito de peru? Abre a geladeira antes, veja o que tem e experimente na sua omelete (pode dar ruim haha, mas a pior é não tentar).

Será que você está entendendo onde eu quero chegar?

Aí é onde está o ponto miga: criatividade não é só sobre ter uma grande ideia ou produzir insights loucamente, mas no meu humilde ponto de vista (sou uma pessoa que sou chamada de criativa o tempo inteiro) é sobre você fazer atividades diferentes e com o tempo e nessa busca, automaticamente ideias, “estalos” diferentes vão surgir dentro de você.

“Criatividade é a arte de conectar ideias.” Steve Jobs

Nesse mesmo panorama, é muito bom que você tenha um bloco de notas ou um caderno sempre com você. Dessa maneira, sempre que surgir qualquer ideia ou pensamento, você anota para não esquecer e já esvazia, libera do seu cérebro essa informação. Já pensou chegar no final do mês com um “cadernão”?

Nesse momento você pode até pensar que você não consegue ou que é algo difícil para sua rotina, mas tudo é adaptável e lembre-se de que estamos treinando seu cérebro, para você se tornar mais criativa, ok? Logo, para isso, segundo o meu olhar, você vai:

  1. Buscar seu autoconhecimento para trabalhar seus pontos não favoráveis e entender seus gostos;
  2. Ter um olhar sensível para o seu redor com um exercício simples e diário de notar algo diferente (de uma música que tocou do nada até um cheio ou uma lembrança);
  3. Fazer algo inovador dentro da sua rotina (seja seguir um caminho diferente até a padaria, por exemplo);
  4. Ter um lugar para documentar o que surgir e não perder pelo caminho.

E o bloqueio criativo?

Esse papo é para outro post mais aprofundado, mas falando rapidamente, na maioria das vezes, quando isso acontece é algo de dentro. Sabe quando o seu cabelo cai e você passa tudo que é creme bom e tratamentos milagrosos e descobre que é falta de vitamina? Então, o problema vem de dentro, assim como o bloqueio criativo.

Portanto, sempre que você se sentir sem vontade, sem inspiração, sem forças para fazer algo como um post ou uma campanha para seu negócio, por exemplo, busque identificar o que está te impedindo de agir: da TPM, ao cansaço, da exaustação ao estresse em casa, pare e reflita, respire, tente solucionar e volte.

E se você leu até aqui, muito obrigada pela confiança, miga! Você vai amar ler esse post porque fala sobre ser criativa nos tempos difíceis que estamos vivendo. Já nesse post, você vai ler sobre como ser criativa no trabalho.

Por fim, todos os vídeos que estão aqui são sobre Murilo Gun, um dos cara mais f*das da atualidade e que disponibilizou seu curso “Reaprendizagem Criativa” de forma gratuita agora na pandemia.

Ahh, já ia me esquecendo: não posso deixar de te indicar o Curso de Canva da Moving, né? Pelo amor de Deus, com ele você vai destravar seu lado criativo enquanto designer e poder produzir todas as artes da sua empresa de um jeito descomplicado haha. Miga, conheça o curso.

Um beijo e até o próximo post.

Técnica em marketing e estudante de publicidade e propaganda na USP. Desde sempre precisar trabalhar e estudar e assim, entendi que com organização, planejamento e jogo de cintura, nossos sonhos são possíveis.

Deixe-nos um comentário, miga!