Top
mulher-dj-apoiar-música

Como apoiar a música da minha miga?

Ser mulher e trilhar pelos caminhos incertos do mercado musical é um ato de coragem, saiba disso. Não preciso nem dizer que somos a minoria nos palcos, backstages e mesas de reuniões, não é? A falta de representatividade feminina na indústria musical é o reflexo das estruturas patriarcais presentes em nossa sociedade. Há saída? Sempre há, miga. As carreiras da Beyoncé e Anitta, por exemplo, mostram o patamar de dominação mundial que suas carreiras atingiram quando passaram a contar suas próprias histórias (pegou? ãhn?) e usaram da melhor maneira fandoms prontos para apoiarem a música, principalmente.

Quando descemos para o cenário independente a maioria massante das mulheres artistas são gestoras de suas próprias carreiras, mas sem o aporte e as opções das grandes estrelas. Ou seja, é necessário buscar todo o apoio para que a arte continue rodando e rendendo. Nesse sentido, fica o questionamento: como podemos continuar criando redes seguras para que as mulheres possam seguir dentro de seus mercados? Uma coisa é certa, miga. Com a falta de previsão de retorno dos shows, a música nunca esteve tão digital. Dessa forma, está mais simples divulgar e consumir entretenimento, arte e conteúdo. Enfim, o céu é o limite. Por isso, separei cinco boas práticas que podem ajudar você apoiar a música das suas migas.

Boas práticas para apoiar a música

Compre música

Se sua banda ou artista favorita usa serviços como Bandcamp ou iTunes, por exemplo, considere passar por uma dessas plataformas antes de realizar um download pirata que parece inocente. Mesma coisa para os filmes daquela tua miga cineasta.

Lizzo dando entrevista. Apoiar a música.

Compre merch

Não precisa sair comprando tudo, miga! Cuida do teu dinheiro, mulher. Porém, quando decidir comprar algo ou até mesmo indicar para alguém, fale dos produtos da tua artista favorita. Vale para marcas independentes, empreendendoras e profissionais autonômas. Fortaleça essa rede primeiro.

Mulher entregando dinheiro. Apoiar a música.

Seja premium

Se puder, assine um serviço de streaming! Plays oriundos de contas premium valem mais. É pouco, mas é importante que venha. Além disso, a experiência de ouvir um álbum sem propagandas é incontestável, vai.

Beyoncé ouvindo música. Apoiar música.

Apoie canais de conteúdo

Tem muita miga criando conteúdo sobre música, mercado independente e divulgando artistas diariamente. Você conhece alguma? Crie uma lista com as suas favoritas e compartilhe com mais pessoas que podem se interessar. Vamos espalhar a mensagem da dominação mundial através da arte também! hihi

Mulher lendo.

Dê suporte nas redes

Interaja nas redes da artista! Sem timidez! Por isso, seguir, curtir, comentar e compartilhar o seu conteúdo contribui no alcance. Ah, inscreva-se no canal do YouTube, lá é mais uma fonte de monetização.

Mulher com macbook.

Essas práticas não substituem contratos e shows cancelados, eu sei, mas são informações importantes que devem ser compartilhadas dentro das nossas redes. É uma maneira de ajudarmos artistas, principalmente as mulheres. Juntas somos mais fortes, miga.

Rihanna recebendo prêmio. Apoiar a música.

Pesquisadora musical, produtora fonográfica e criadora de conteúdo.

Deixe-nos um comentário, miga!