Top

Spotify: Como a áudio série SOFIA foi distribuída globalmente?

No último trimestre de 2020, o Spotify lançou 49 podcasts originais e exclusivos fora dos EUA. Inclusive, um destes originais foi produzido no Brasil: a áudio série SOFIA. Disponibilizado dia 6 de julho na plataforma, os sete episódios são dirigidos por Mabel Cezar e têm no elenco as atrizes Cris Vianna e Monica Iozzi, e os atores Otaviano Costa e Hugo Bonemer.

Hgo Bonemer, Cris Vianna, Monica Iozzi e Otaviano Costa. Elenco da áudio série Sofia. Divulgação © Spotify
Hugo Bonemer, Cris Vianna, Monica Iozzi e Otaviano Costa. Elenco da áudio série Sofia. Divulgação © Spotify

Desde o primeiro semestre de 2019, o Spotify tem anunciado uma série de aquisições e contratos com criadorxs relevantes. Michelle Obama, que estreou seu podcast original há pouco tempo, está presente neste hall precioso, que possui a missão de estabelecer a empresa cada vez mais como uma plataforma de áudio e não apenas de música. Ou seja, eles querem a dominação mundial real!

mulher-ouvindo-música - sofia

Produza localmente, distribua globalmente

Em abril de 2018, a Gimlet, empresa de conteúdo adquirida pelo Spotify, lançou a Sandra, um drama de ficção em formato podcast. Aclamada pela crítica, a história tem como centro da trama a assistente virtual mais famosa do mundo, Sandra, e a inteligência artificial por trás dela. A produção americana tem no elenco principal Ethan Hawke, Alia Shawkat, Christopher Abbott e Kristin Wiig.

Tanto sucesso e, principalmente, relevância do tema fizeram com que o Spotify criasse adaptações de Sandra em outros países. Afinal, nunca vimos tantas assistentes surgindo e ganhando o mercado, não é mesmo? Siri e Alexa são apenas alguns exemplos, mas muita coisa, hoje, é controlada por voz. E o Spotify, se posicionando cada vez mais no mercado como uma plataforma de áudio, não poderia ter escolhido melhor história, né? Assim nasceu a áudio série Sofia no Brasil, Sara na França, Susi na Alemanha e Sonia no México. As versões localizadas de cada podcast foram lançadas simultaneamente para assinantes premium e free.

Áudio série Sofia. Divulgação © Spotify
Áudio série Sofia. Divulgação © Spotify

O Spotify já havia traduzido outros podcasts, mas as versões de Sandra foram as primeiras adaptações verdadeiramente localizadas de um podcast de ficção. Cada país usou diretores e elencos locais, para que tudo fosse reimaginado dentro de cada cultura e idioma.

Os países não foram escolhas aleatórias, claro. O Brasil, por exemplo, é considerado, pelo próprio Spotify, como o segundo maior mercado em podcasts. França, Alemanha e México também são mercados onde há o interesse em ampliar e/ou se fixar. Por isso, criar versões locais de produções de sucesso é um caminho. Usando equipes criativas de cada país, eles garantem que Sandra, ainda que com um roteiro único, seja de fato um podcast brasileiro, mexicano, alemão e francês.

Qual é a história dessa tal áudio série?

Helena (Monica Iozzi) sente que a mesma cidade, o marido confuso, tudo isso, não cabe mais nela e, principalmente, não é o futuro que almeja. Então, quando é contratada pela Orbital Teledynamics, empresa criadora da assistente virtual mais intuitiva do mundo, SOFIA (Cris Vianna), passa a vislumbrar novas possibilidades. Com a contratação de Helena, descobrimos que a robusta tecnologia em SOFIA e toda sua intuição é notável graças a centenas de assistentes virtuais humanos trabalhando todos os dias para responder a todas as perguntas dos usuários.

O roteiro foi escrito em 2018, mas os assuntos levantadas são super atuais. Ele não aprofunda tanto (talvez em uma segunda temporada?) em questões existenciais, mas deixa a reflexão sobre a linha tênue que existe entre quem molda ou se deixa moldar pela tecnologia. 

Agora, a dica é que tudo isso seja ouvido de fone. A experiência é muito mais rica, pois todo trabalho de efeito sonoro, mixagem e trilha sonora são impecáveis. Você se sente, de fato, imersa em cada ambiente e cena.

A diretora de SOFIA

No Brasil, a responsabilidade de dirigir uma produção inovadora e inédita como essa foi da diretora de dublagem, dubladora, atriz e empreendedora Mabel Cezar. Uma Moving Girl, sem dúvida!

Mabel é a primeira voz feminina da grade regular da Rede Globo a narrar a programação, chamadas, etc, além disso, miga, ela dublou todas as coisas mais maravilhosas que você nem imagina. Assista o vídeo para você ter uma noção.

No outro vídeo abaixo, do canal do Otaviano Costa, que fez o papel de Carlos, chefe de Helena, você conhece os bastidores da gravação de SOFIA e a Mabel conta um pouco mais sobre o processo de desenvolvimento da adaptação brasileira. Ela também pontua como o formato e a tecnologia estão ressignificando as rádio novelas. Para mim, isso é mais uma prova do quanto o mundo é cíclico.

Principalmente, se lembrarmos que o rádio veio antes da televisão e é considerado um dos marcos da invenção da humanidade. Portanto, durante muitas décadas o áudio, e também os impressos, foram as únicas fontes de informação e entretenimento da maior parte do globo. 

Spotify e a dominação mundial

Hoje, em 2020, depois de criada a televisão, a internet, o smartphone, o streaming e tudo mais, que nos fizeram, durante décadas, dar mais atenção ao visual, temos o Spotify querendo retomar a importância do áudio e se transformar na maior plataforma do segmento.

Bem, se tem uma coisa de que gostamos é de quem busca Dominação Mundial, não é mesmo? Por isso, experiências como SOFIA são importantes para esta dominação. Mais bacana ainda é saber que o mote principal de toda essa estratégia global do Spotify é não ignorar as produções locais e oferecer as ferramentas necessárias para que estes conteúdos nasçam de cada cultura.

Agora, você está pronta para ouvir SOFIA e treinar mais três idiomas! Vem de play.

Pesquisadora musical, produtora fonográfica e criadora de conteúdo.

Deixe-nos um comentário, miga!