Top

Andressa Macedo: Moving Girl que você precisa conhecer

A nossa Moving Girl de hoje, Andressa Macedo, que você precisa conhecer: psicóloga, mentora e, também, redatora aqui do nosso blog da dominação mundial. A Psi Andressa, como a chamamos carinhosamente, transformou a sua profissão num negócio digital muito rentável e cheio de valores. Aqui nesse texto eu te conto TUDO sobre esse processo!

Trajetória da Moving Girl

Andressa se formou em psicologia há três anos. Desde então, já trabalhou em algumas áreas e, por medo de empreender, já até teve uma experiência no setor público, numa área social. Lá, o caminho não foi dos melhores, ela conta: “Foi uma experiência muito desgastante em vários níveis até que chegou um momento em que eu falei “eu não aguento mais” e pedi pra sair, e foi uma virada de chave pra mim”. A partir disso foi que a psicóloga enxergou a necessidade e o potencial de ter o seu espaço, o seu próprio negócio.

Hoje, pós-graduada em Psicologia Clínica: Terapia Cognitivo Comportamental, ela atua na área clínica mesmo, a mais conhecida dessa profissão. No início, segundo ela, o trabalho era feito apenas de maneira presencial, da forma tradicional como conhecemos. Mas, desde 2018, ano em que o Conselho Federal de Psicologia oficializou a terapia online, a demanda por esse modelo de atendimento cresceu bastante. Dessa maneira, já sem medo, ela investiu: “Eu amo as possibilidades que o trabalho remoto oferece, como atender pacientes de qualquer lugar do mundo, por exemplo. Hoje meu trabalho é 100% online. Tanto atendimentos, quanto mentorias e produção de conteúdo, hoje no Instagram, Twitter, Telegram, Pinterest e os posts aqui no blog”, comemora.

Desafios

De qualquer forma, não foi fácil trazer para o digital um mercado que é muito mais explorado da forma tradicional. Mas agora, que está definitivamente acontecendo, Andressa divide um poquinho do processo: “Tem muito estudo e planejamento por trás de tudo, mas ao mesmo tempo é muito eu mesma, essa é a parte mais importante”. Além disso, os desafios continuam presentes, como na trajetória da maioria das empreendedoras: “Pra mim, um dos maiores desafios é perceber quando diminuir o ritmo. Eu gosto muito do que faço e às vezes me percebo super cansada por querer fazer várias coisas ao mesmo tempo. Então, quando isso acontece eu acabo diminuindo a frequência de conteúdo. Dessa forma, manter a frequência e a qualidade sem esquecer de mim é um desafio diário com que eu ainda estou aprendendo a lidar”, ela relata.

Motivadores

Dessa forma, a Moving Girl destaca que a liberdade é um de seus principais motivadores para superar os desafios que vêm com a decisão de ser dona do próprio negócio e traz a sua visão sobre a estabilidade – ou a falta dela:

“A liberdade é mesmo o que mais me motiva. Muita gente se assusta com a falta de estabilidade financeira que um negócio pode significar, mas eu sempre lembro que instabilidade não é só ganhar menos, é também poder ganhar mais. Além disso, a liberdade geográfica em chegar a pessoas de vários lugares sem precisar sair de casa, afinal hoje meu trabalho é home office. A liberdade em relação a minha jornada de trabalho, de decidir meus horários, decidir o que eu quero fazer e alinhar meus objetivos com o que é importante pra mim. Isso pra mim vale tudo”.

Conquistas

Assim, um caminho que equilibra desafios e propósito, só poderia mesmo resultar em grandes conquistas. Andressa conta os momentos em que sentiu que tudo estava realmente dando certo: “Já tive vários momentos assim. E eu anoto todas essas conquistas pra nunca esquecer a sensação boa que elas trouxeram. Abrir CNPJ e ser oficialmente dona da minha própria empresa, ver a agenda lotada, ser escolhida como redatora do blog, ver o faturamento atingir um valor maior do que qualquer concurso que eu pudesse ter feito, ver as mentorias esgotando. Enfim, cada um desses momentos deu essa sensação de NOSSA, VENCI NA VIDA!”, ela contou.

Aliás, falando em conquistas, um dos mecanismos que Andressa usa para fazer as suas conquistas acontecem é o seu Instagram. Através dele, principalmente, foi que a terapeuta pôde realizar, por exemplo, um passo ainda mais ousado na carreira, o de se tornar mentora e ter o seu produto digital: “Eu comecei a dar mentoria para ajudar outras psicólogas, pensando nas dificuldades que eu tive quando comecei. Nesse sentido, a mentoria tem dois focos: posicionamento digital, pra ajudar as profissionais a alinharem o seu posicionamento ou empreender na área clínica, com apoio na parte burocrática e estruturar processos na clínica, que são dois conteúdos que parecem alienígenas quando a gente está começando. Eu quero facilitar o caminho para a Psicologia crescer cada vez mais”, revela.

O que não pode faltar num negócio digital?

Por fim, a Moving Girl deixa os seus ensinamentos para quem, assim como ela, deseja empreender on-line e transformar a sua profissão em um negócio digital:

“Aprender e empreender com organização é importantíssimo. Nada funciona a longo prazo sem organização e planejamento. Depois, não pode faltar o posicionamento autêntico. Aquele papo de ‘seja você mesma’ é o clichê mais real que existe. Lembra que outras pessoas podem fazer o que você faz, mas não como você faz. E, acima de tudo, respeito, por você mesma, pelos seus limites e por todos que te cercam”.

Aprendeu, miga? Anotou tudo? Aqui tem mais Moving Girls pra te inspirarem e ensinarem mais sobre tudo o que você precisa saber para decolar o seu negócio digital. Vamos juntas que a dominação mundial é nossa!

Criadora de conteúdo, popularmente conhecida como “blogueirinha”, mas A BLOGUEIRINHA mais legal que você conhece, defensora de bandeiras e pautas femininas, empreendedora por instinto e agora MOVING GIRL

Publique um comentário